TRUFAS – Almanaque de Silas Correa Leite

T  R  U  F  A  S   ALMANAQUE  WEB LUSTRAL  (A LISTA DO SILAS)   A Poesia me entende muito mais do que muita gente Silas e suas ‘siladas’ ……………………R…

Fonte: TRUFAS – Almanaque de Silas Correa Leite

Anúncios

Michael “Neverland” Jackson – Poema (In Memoriam) – Silas Correa Leite

Sarau Para Todos

POEMA DECALAMADO POR ANTONIO ABUJAMRA, NO PROVOCAÇÕES,TV CULTURA

(Sampa 25.06.09)

“Você pode mudar o mundo/(Eu não
consigo sozinho)/Você pode tocar o
céu/(Vou precisar de ajuda)/Você é
o escolhido/(Vou precisar de um sinal)/
…E se todos chorassem hoje à noite?”

Cry (Michael Jackson/R. Kelly)

Michael Jackson era negro e queria ser branco
(com sua cota ancestral de dor negra)
O que o vitimizou – como um estigma
Michael Jackson era pobre e queria ser rico
(de posses infantis e desejos transversais)
O que o desconfigurou como um estorvo
Michael Jackson era homem e queria ser mulher
(de alguma maneira que pudesse)
O que o adulterou – Narciso cego, Édipo manco
Michael Jackson queria ser judeu
(mas era um Peter-Pan enjaulado em cantagonias)
O que o marcou como ser na identificação de.

Michael Jackson como um não-Ser num não-lugar
Cantava dançava compunha dirigia criava voava
Um quase preto homem-menina com desvios íntimos

Ver o post original 270 mais palavras

Michael “Neverland” Jackson – Poema (In Memoriam) – Silas Correa Leite

POEMA DECALAMADO POR ANTONIO ABUJAMRA, NO PROVOCAÇÕES,TV CULTURA(Sampa 25.06.09)“Você pode mudar o mundo/(Eu nãoconsigo sozinho)/Você pode tocar océu/(Vou precisar de ajuda)/Você éo escolhido/(Vou …

Fonte: Michael “Neverland” Jackson – Poema (In Memoriam) – Silas Correa Leite

Suely Rolnik: A hora da micropolítica*

Em entrevista na revista Humboldt do Goethe Institut, a psicanalista e investigadora da relação entre subjetividade, política e cultura analisa os contextos que levam ao atual desmoronamento…

Fonte: Suely Rolnik: A hora da micropolítica*

Na homenagem a Murilo Rubião, um croniconto de Afonso Borges

O Caderno Pensar, do jornal Estado de Minas publicou uma belíssima homenagem pelo centenário de Murilo Rubião. Cedi um conto do meu livro “Olhos de Carvão”, que será publicado em 2017, …

Fonte: Na homenagem a Murilo Rubião, um croniconto de Afonso Borges